Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


05
Abr15

O meu pequeno sonho.....

por chapeusechapeladas
Abateu-se sobre a terra uma estranha escuridão
mais ninguém a vislumbra
não sinto nenhuma emoção
de domingo a segunda
torno-me parte da obscuridade
sou uma miragem da saudade
adormeço
com os olhos fechados parto para um mundo desconhecido
rebolo no meu berço
nada do que vejo e sinto faz sentido
e ai tudo começa.....
Visualizo o meu pequeno sonho

cai-me a fortuna do céu
das cataratas a que eu chamo vida
corro para realizar os sonhos de outros
sinto-me importantaço
levo sorrisos a todas as gentes
adormeço no meu próprio abraço
e de obras quase insolentes
o meu corpo flutua pela madrugada
ouço a minha voz a falar para multidões
sinto-me o destino que a dor repara
mas que de entre tantas imensidões
sonha sozinho
o meu pequeno sonho
realizado através da vontade

de ver toda a gente saudável
o meu pequeno sonho
realizado através da alegria
de ver que não existem hospitais
o meu pequeno sonho
realizado através da certeza
que todos sentem um tecto sobre a cabeça
o meu pequeno sonho
realizado através da factualidade
onde não existe mortandade
o meu pequeno sonho
realizado através de uma lapso de tempo

onde as guerras são história
descarregadas da minha memória
o meu pequeno sonho
realizado através dos meus sentimentos
onde o mundo é um verdadeiro paraíso.
E quando se levanta a bruma
que se abateu sobre a minha cama
vejo-me dentro da minha urna
sem que ninguém saiba como o homem se chama
vejo-me partir
no lenço do anonimato
desci a terra e deixei-me ir
atrás do meu pequeno sonho

aquele que nunca realizei
que tantas vezes me fez conpanhia
nas noites em que sonhei
fui a tempestade que nunca soprou
o ciclone que nunca passou
o tsunami que nunca se levantou
fui a bebida que nunca refrescou
a saudade que nunca passou
a obra que nunca se ergueu
no mar que nunca se lavou
no rio que o esqueceu
no meu pequeno sonho

adormeci
sonhei-o como um rei
voei nele como um empreendedor
mas agora eu sei
que o tempo é indolor
já não sinto os seus efeitos
porque o meu pequeno sonho nunca foi grande
nunca viu a luz da realidade
adormeceu numa grande onda de esperança
mas morreu nas garras da realidade
e assim sonhei......














































 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D