Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


22
Nov14

Quando não vejo o sol!!

por chapeusechapeladas

O sol ainda não chegou
eu vim para me despedir dos tempos em que enlouqueci
a água do mar o meu corpo salgou
quando a única coisa que eu precisava era olhar para ti.....
Nem que não fosse para dizer nada de relevante
eu necessitava de ver os teus olhos uma vez mais
nem que fosse um só instante
para que soubesses que eu ainda sofro de amor
e a tua ausência aumenta ainda mais o meu sofrimento
parece que a nossa história foi um lapso no tempo
de tão rapido que aconteceu
nos dias cinzentos as minhas manhãs adormecem
não vislumbro um raio de sol no céu
tão negro como o meu coração sofredor
sinto as saudades das tuas palavras que eu bebia lentamente
só para ver os teus lábios se mexendo
como se fossem a minha iluminação de sempre
onde as minhas raízes cresceram


e sem ti murcharam!!
A minha casa sem varanda
o meu quarto sem janela
esta saudade que tanto anda
e tu estás sempre dentro dela
como se fosses uma erva daninha teimosa
cresces sem que eu nada consiga fazer para que isso não aconteça
talvez seja esta a minha forma carinhosa
de dizer que eu talvez não te mereça
mas que continuo a amar-te
sinto as saudades próprias de quem sente os dias mais distantes
aqueles dias tão céleres em que os teus braços se cruzavam com os meus
e todos os dias eram dias de sol a brilhar em todos os céus
os beijos que gostavam de ser mais longos
eram têmperos daquilo que os nossos corações e almas sentiam
éramos como dois pombos
como duas gotas de água que se bebiam


não admira que agora o sol não chegue
tantas memórias que não me largam o pensamento
é cada vez maior a minha sede
sinto esta necessidade de viajar no tempo
para te ter quando não te tenho
para te amar quando não posso mais amar-te
para te beijar quando ainda sinto o sabor do último beijo
sinto esta necessidade de viajar no tempo
para te abraçar quando não sinto os teus braços
para te acariciar quando não sinto a tua pele
para reconstruir o homem que virou pedaços
que não vê o sol desde que te disse olá pela última vez
e que conta os segundos para dizer que te ama
uma, duas, três
as vezes que forem necessárias
para que o sol me apareça
e o teu sorriso me aqueça
e eu possa dizer que sou um homem realizado!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D