Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


14
Nov14

Violência domestica!

por chapeusechapeladas

Qualquer tipo de opressão é covarde e diz muito de quem a pratica, normalmente estas acções saem de pessoas covardes que se fazem aconpanhar por duas certezas na vida, guarda costas ou a certeza que a vitima não se pode defender, este é o retrato do covarde!
Em Portugal nos últimos 10 anos foram assassinadas 298 mulheres pelos maridos, namorados, ou os ex. das duas coisas, é muita morte estúpida e sem sentido algum, pois não é em legitima defesa, não é para defender os seus, é

pura e simplesmente um acto covarde de quem nem sequer deveria ter nascido, a violência domestica tem reflexo em varias acções que perpetuam a mesma, violência fisica, e pesicológica e uma coisa normalmente leva a outra com os tristes resultados que se conhecem.
Quando um "homem" não sabe ser HOMEM e necessáriamente gosta de agir como um

covarde nojento para se afirmar diante do seu ego que não é mais que um rosnar de burrice agúda, é quando acontecem todos estes crimes pelos quais os seus autores deveriam ser condenados a morte, não só pelo justo castigo mas também para dissuadir este tipo de covardias, pois na minha opinião só pode ser contra a pena de morte quem nunca viu um dos seus ser assassinado/a.

A única coisa que foge a minha compreenção é o facto de ter a convicção natural de que as relações tem apenas dois caminhos possíveis, ou resultam ou não resultam e quando esta última possibilidade acontece nada melhor que cada um ir para o seu canto procurar uma nova vida, uma nova relação, pois mulheres existem muitas assim como homens sem necessidade de assassinatos covardes e sem sentido!!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D