Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


02
Jul13

Para além da morte!!

por chapeusechapeladas

Felicity MarmadukeUma mulher de 38 anos, que trabalha numa morgue americana, foi presa e condenada a pagar uma fiança de 250.000 dólares (mais de 190.000€) depois “abusar” do cadáver de um homem. O suposto crime ocorreu numa morgue de Lexington no Estado do Missouri (Estados Unidos). A polícia acusou Felicity Marmaduke (na foto ao lado) de necrofilia. De acordo com as autoridades competentes, um morto sofreu uma ereção pós morte (muito comum) enquanto a funcionária Felicity Marmaduke lhe dava banho para o preparar para  a sua “última viagem”.

A mulher então, aproveitou que estava sozinha e passou ter relações sexuais com o morto. Para sua grande surpresa, o morto chegou ao orgasmo depois de alguns minutos de sexo. Algumas semanas mais tarde, ao fazer um exame médico de rotina, foi constatada a gravidez da mulher. A polícia foi notificada pelo médico após Marmaduke lhe ter contado as circunstâncias que a levaram à gravidez. Numa reviravolta bizarra, Marmaduke pretende agora processar os herdeiros do homem morto para tentar conseguir uma pensão alimentícia e apoio à criança.

Mas é possível ter uma ereção depois de morto?

É um tipo de ereção pós-morte que ocorre quando um homem morre verticalmente ou de bruços, permanecendo o cadáver nesta posição.

Durante a vida, o bombear do sangue pelo coração assegura uma distribuição relativamente uniforme em torno dos vasos sanguíneos do corpo humano. Uma vez que este mecanismo para de funcionar, apenas a força da gravidade atua sobre o sangue. Como com toda a massa, o sangue estabelece-se no ponto mais baixo do corpo e faz com que o edema ou inchaço ocorram.

Nada como escolher bem o pai da criança, e como eu quero morrer assim com alguém a necessitar dos meus serviços mesmo depois d emorto é que deve dar um orgasmo do caraças estar morto e comer uma gaja!!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D