Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


28
Dez14

Via Fechada!

por chapeusechapeladas
 
 

 

 

 


Por vezes a vida assemelha-se a uma daquelas estradas com muitas vias, mas que por algum motivo, de 4 vias funcionais, tem apenas uma a funcionar, este é o meu retrato!!
Um dos meus maiores prazeres entre muitos que ainda tenho, é escrever, não o faço bem, nem sou uma excelência na forma como escrevo, mas escrevo na mesma, vou tentando melhorar, tentando dar menos erros com a ajuda de um corretor que nem mais português é, agora escrever certo é escrever em Brasileirês!!


Por isso escrevo com uma mistura, entre o que aprendi nos longínquos anos de escola e aquilo que vou aprendendo nos dias de hoje.
Depois escrevo sobre qualquer coisa, ainda que não pretenda ter uma visão correta dos mais variados temas, escrevo de uma perspectiva pessoal, tento ser surrealista, abstrato, actual e acima de tudo intimista, na minha relação com a escrita, porque sem cultivar um exarcebado eu, apenas escrevo tento como ponto de partida aquilo que penso e que me baila na cabeça.
Agora certamente a pergunta normal depois desta exposição, é o porquê de eu estar a escrever isto?


Simplesmente que eu não procuro entendimento, não procuro sequer compreenção, a escrita para mim é uma válvula de escape, onde materializo pensamentos e desejos, pode parecer que o faço descuidadamente e levianamente, mas por vezes é a forma que eu encontro de o fazer, jamais vou dirigir os meus textos a alguém em particular, mesmo quando falo de política e desporto, o faço a partir de uma visão pessoal e não de uma forma impessoal em que ataque pessoalmente alguém em particular.
Gosto de escrever, cada vez mais vai sendo um dos meus maiores prazeres, estou a ficar velho e com a velhice, os prazeres começam a ficar mais selectivos.


Sei que vou continuar a escrever textos enquanto estiver lúcido e consciente, e desejo com todas as forças do meu ser, poder escrever o meu derradeiro texto ai uns 20 minutos antes de morrer, para ter tempo de o escrever bem e colocar imagens para dizer a todos aqueles que me deram o prazer de ler alguns dos meus textos, que morro feliz por ter oportunidade de dar a conhecer a estas quantas pessoas a obra de um génio por vezes mal compreendido!!
O meu prefácio seria assim:
"Não me entendam, leiam-me!!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

Ao encontro de alguém!

por chapeusechapeladas

 


Sempre será o possível
para além de todas as dificuldades
as mentiras criam o impossível
e bloqueiam as verdades
em cada mão despida
um olhar perdido
a dor sentida
por um insulto proferido
ajoelha-se a desilusão
cai a tristeza
pede-se perdão
num mundo sem beleza
vai criança desconhecida
procura o conforto de quem ama
salta para os braços da vida


e desliza no topo da chama
toca piano desafinado
acerta os teus acordes silenciosos
manda amor em forma de recado
a todos os rancorosos
voa passarinho abandonado
no teu ninho encontrarás o calor
a tua voz voltará ao passado
e tudo voltará a ter cor
sempre será o possível
em qualquer ponto deste mundo
não tem ninguém passível
de viver mais que o seu segundo
por mais voltas que se dê
tudo tem a sua hora...
tudo tem o seu porquê!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

Ontem, hoje, distinções!!

por chapeusechapeladas

 


Ontem te disse que te amava...
Mas foi ontem!!
Ontem também disse que te desejava...
Mas foi ontem!!
Hoje já não é mais assim
Porque ontem não estivestes perto de mim
E hoje tenho pressa de amar outra pessoa
Tenho urgência em desejar outra pessoa
Ontem disse coisas que que eram verdadeiras
Mas que não foram tomadas por inteiras
Hoje já não te digo o que te dizia ontem..
Porque hoje já não sinto assim!!
Pode ser mutante a forma de pensar e agir
Ontem eu quis ficar...
E tu quisestes fugir
Ontem disse o que sentia
E tu fingistes que não era nada contigo
Hoje já não sou mais teu amante...


Namorado ou amigo
Apareço por aparecer
Falo por falar
Já cansei de te dizer
O que ontem era verdadeiro
E hoje é apenas uma recordação estranha
Porque não somos mais que dois estranhos
Unidos por um passado comum
Em que um dizia que amava...
O outro dizia que também
Um dia que desejava...
O outro calava e estagnava o momento
Ontem eu dizia tantas coisas
Que hoje não tem mais valor
Ontem eu insistia
Hoje não quero mais!!
Porque o tempo de ontem passou
E hoje tu já não moras dentro de mim!!
Porque ontem decidistes
Que hoje serias apenas uma recordação!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

Mentirosa!!

por chapeusechapeladas
 

Não esperes por mim...
pois eu hoje chego tarde
não teria de ser assim
se tivesses dito a verdade
escolhestes a mentira
por achares piedosa
não és mais diamante nem safira
mas apenas e só, uma mentirosa!!
o que faço eu aqui...
te dando explicações
se não fui eu que te menti
de uma forma tão escandalosa
ainda tentastes disfarçar
com um pouco de erotismo
o que acabou por te condenar
já que não és dada a esse eufemismo
nem tu sabes o quanto és previsível
já não me consegues enganar
tentastes o impossível

 


agora não tens que me esperar!!
fostes porta de ilusão
janela de falsidade
embora não me partisses o coração
eu te amava de verdade!!
olha bem o que fizestes...
sei que te vais arrepender
a mentira que me oferecestes
é a mentira que vais ter
tu nunca soubestes...
como lidar com o meu amor
e agora corrompestes tudo o que sentia
acrescentastes uma nova cor
que chegou carregada de mentira!!
não esperes mais por mim
posso nunca mais voltar
mas a vida é mesmo assim
antes agora que no altar!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

A crise do matrimónio!!

por chapeusechapeladas

Antes de esta crise chegar eu e a minha esposa que está em baixo vivíamos bem, ela comia de tudo, do bom e do melhor, depois chegou a crise....


E ela passou a alimentar-se mal, ficou subnutrida e nem precisou de ir num ginásio para ficar com corpo de modelo....


Não sei qual gosto mais, mas a crise nos faz andar do 80 para o 8 enquanto o diabo esfrega um olho!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

Só eu sei de mim!!

por chapeusechapeladas

O que é que tu sabes de mim...
para fazeres certas afirmações!!
parece que te escondes nas minhas noites
e sabes que não tenho nenhumas orações
o que descobristes tu de mim
para me falares de mim
parece que estas sentada do outro lado da mesa
aonde eu janto sozinho
da-me a impressão que estas dentro do meu duche
e consegues visualizar...
que me lavo com as minhas próprias lágrimas
dirias que te deitas ao meu lado
sentes o meu respirar abafado
e penetras nos meus pensamentos
o que sabes tu de mim
para tirares conclusões precipitadas

 


teres tantas opiniões erradas
e achómetros que nada tem a ver
como podes tu afirmar algo sobre mim
se não estás do meu lado...
para comprovar o que dissestes!!
não quero que tenhas pena de mim
é-me indiferente o que pensas sobre mim
saltas as perguntas e respostas
falas como me conhecesses
porque falar é algo que gostas
ainda que fales sobre o que não sabes
nada sabes dos meus pensamentos
para dizer o que penso ou deixo de pensar
nada sabes das minhas dores
para dizer que dói mais ou menos


nada sabes do meu amor
para me dizeres que amas mais do que eu
porque teimas em comparar...
algo que tu nunca poderás fazer
porque nada sabes de mim
ainda mais para falares com tanta certeza
se por cada palavra e pensamento errado sobre mim
tu recebesses uma moeda de ouro ainda entenderia
mas nada ganhas em pensar de mim...
o que não sabes!!
nada ganhas em em dizer sobre mim
aquilo que tu nunca saberás!!
posso até estar a ser cruel ou injusto
mas só eu sei....
sobre mim!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

O papagaio!

por chapeusechapeladas

 

O papagaio e o frigorífico.

Um homem comprou um papagaio mas, quando chegou em casa, foi aquela decepção. O papagaio resmungava, reclamava e insultava o dia inteiro.

O dono tentou amansar o gajo, lendo poesia, tocando música clássica, mas não teve jeito. Passou a gritar, bater, ameaçar, mas o papagaio ficava pior e pior.

Num momento de fúria, o dono pegou o papagaio e jogou dentro do frigorífico. O papagaio começou a insultar de tudo quanto era nome mas, subitamente, menos de 20 segundos depois, calou-se sem terminar o último palavrão.

 

Pensando ter matado o papagaio, o dono abriu a porta do frigorífico e o papagaio começou o discurso:

- Sei que meu linguajar tem sido mais do que inapropriado a este ambiente familiar e que minha atitude não condiz com a atenção que o senhor tem me dado. Gostaria de apresentar minhas sinceras desculpas e colocar que daqui em diante me portarei adequadamente.

  - Isso é bom mesmo! - retruca o dono.

E o papagaio quase chorando perguntou:

- Só por curiosidade, o que foi que o frango fez?       

Autoria e outros dados (tags, etc)

28
Dez14

Erros!

por chapeusechapeladas

O tempo é tão longo, que o melhor é começar a concertar os erros que despertam nas escritas desconhecidas, não quero ficar conhecido como o errado.
Apelo a todos quantos tem a capacidade para ultrapassar as realidades culturais e linguistas e me corrijam sempre que virem um erro por mais insignificante que ele seja, ficarei bastante agradecido porque sou adulto e vivo para aprender com quem sabe aproximar as diferentes realidades de pessoas completamente diferentes umas das outras tanto na sua forma de se expressarem como de escreverem!!
Para que a minha intensidade em ser corrigido em publico, apenas exijo duas qualificações necessárias para este tipo de trabalho que não sendo fácil alguém o tem que fazer e alguém tem que se importar com isso durante todos os segundos da sua vida, pois o escrever bem é essencial para o bem estar do mundo em que vivemos e comunicamos!!
 

A primeira condição é a seguinte:
Toda e qualquer pessoa que me queira corrigir tem que escrever melhor que eu e não dar mais erros que eu pois isso até parecia mal eu ser corrigido por alguém que escreve pior que eu!!
A segunda condição é bem mais fácil de ser realizada:
Só aceito ser corrigido por mulheres bonitas e que gostem frequentemente de se despir, ainda que o frio atrapalhe, ainda que as dores sejam muitas, ainda que as realidades sejam impossíveis, assim como eu conseguirei escrever bem um dia é muita mais fácil contornar o frio, as dores, as desculpas e todas as situações imagináveis!!
Como sou uma pessoa humanamente com um H grande, facilito a minha aprendizagem com a minha boa vontade e receptividade, com a minha compreenção total para no final os meus erros sejam totalmente corrigidos de forma e eu não passar vergonhas publicas por escrever mal, é que hoje em dia na Internet todos escrevem tão bem que eu tenho de estar a altura dos menos capacitados na escrita, pelo menos me exijo isso!!
Agora nunca me peçam para ir corrigir os erros dos outros porque eu não tenho essa capacidade, nem tenho essa deselegância,(estas coisas de elegâncias são tão engraçadas).
 
   

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Dez14

Feliz Natal para mim!!

por chapeusechapeladas

feliz natal.jpg

feliz natal1.jpg

feliz natal2.gif

feliz natal4.jpg

feliz natal5.jpg

feliz natal6.jpg

feliz natal7.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D