Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


22
Set14

Eu confesso.....‏

por chapeusechapeladas

 

Não quero ir embora
sem levar o sabor dos teus lábios nos meus
sei que teria de ficar a vida toda
para não perder o seu nectar dos céus
acordar não é para mim uma opção
quando é a dormir que melhor me expresso
mais que uma sensação
eu me confesso
reflexos do meu querer
todo o meu arrependimento é ao amanhecer
eu me confesso
todas as minhas lágrimas são por te deixar
sem que os teus lábios comigo possa levar
eu me confesso
ilusões que nunca foram tão ilusórias
correntes pouco satisfatórias
que me levam a querer um pouco mais
resisto a vontade de ir
resisto a vontade de ficar
tenho a força do sentir

 

a resistência de quem nunca deixou de lutar
e assim me confesso.....
Os brinquedos que se foram perdendo
sentimentos que se foram escondendo
foi assim que muitos dias se ergueram
sentia-me um pouco doente
lágrimas que se foram estendendo
numa passadeira para a vida
quando a meio de toda esta viagem
provei os lábios que soaram a despedida
afinal eram um recomeço
como se fossem uma reza de um terço
de um passado já tão amarrotado
no presente eu me confesso
num desejo de estar ao teu lado
eu me confesso
deitado na minha cama que espera por ti
ardendo em desejos e luxurias
que apenas em sonhos vivi
eu me confesso
do alto da minha janela pequena

 

pergunto ao vento que passa onde estás tu
através do silencio responde-me uma andorinha
eu chamo-a de minha pequenina
e lá do alto me confesso
a conversa é entre mim e o meu ser
tem tudo para ser uma longa conversa
é todo um viver
num desejo que se professa
eu me confesso
repartindo pedaços de mim que nonguém mais conhece
queria ir embora
mas eis que amanhece
colado aos teus lábios que faço eu agora?
Tenho de continua a confessar-me
através dos beijos ardentes que me proporcionas
dos sonhos que realizas todas as noites
sei que tu nunca me abandonas
dai esta minha vontade de ir embora
quando o que realmente quero é ficar contigo

 

nem que seja através de uma chamada
sinto a tua sombra sobre a minha pele
o teu hálido de menta embriaga-me
a noite ainda agora começou e eu tenho tanta vontade de brincar
este desejo chama-me
com naturalidade ontem foi um dia inesquecível
hoje tem tudo para ser um dia melhor
o teu toque tornou-se infalível
numa magia que resulta sempre em amor
e no meio da minha confissão
sei que tudo terá um final feliz
afinal esta vontade de partir não é assim tão grande
tudo o que eu sempre quis
foi prolongar este beijo já de si longo
e quando fizermos 150 anos já será muito tarde para partir
será muito cedo para ficar
porque juntos teremos o mesmo epitáfio
"Nasceram para se beijarem
morreram para não se largarem!!"
E assim me confesso.....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D