Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


20
Mai14

Levando-te até ao limite!

por chapeusechapeladas

 

Quero irromper de uma forma brusca

arrancar as tuas roupas
e rasgar a tua saia justa
a viagem pode ser um tanto estranha
mas só pode ser avaliada no seu término
deixa-me romper
as folhas do teu dicionário
se me deixares coloco-te a gemer
para descobrires um novo vocabolário
nas cordas super-finas onde te agarras
que nem te seguram, nem te soltam
da força das minhas garras
essas mesmas mãos que te massageiam o corpo
ao mesmo tempo que alisam a tua pele
invade-te colocando os teus sentidos em êxtase máximo
ouves os teus próprios suspiros
queres parar mas não tens força para o fazer
entregas-te como o mais doce dos diospiros
e não consegues disfarçar esse prazer
que invade o teu corpo, a tua alma, o teu ser
é como uma musica agitada
tu queres dar as pernas
mas não consegues fazer mais nada
sentes-te cansada
mas ao mesmo tempo não queres parar
sentes-te dominada
por impulsos loucos
e contorcendo-te achas que todas as minhas carícias
são desejos poucos
falacias e malicias
neste mundo de loucos
é demasiado redentor
confinar tudo a uma cama
especialmente quando se trata da pessoa que se ama
essa mesmo
aquela que ao rasgar a tua roupa
te dá provas de um deseja animal
e que ao mesmo tempo
te trata de uma forma especial
na forma como te toca
com subtileza 
com paixão
respeitando a beleza
que me transforma num furacão
cheio de tesão
pronto para entrar dentro de ti
agora que estás húmida tal e qual eu pedi
não restam mais obstáculos
agora é deslizar tal e qual se faz com uma onda
gentilmente
docemente
deslizando
até que o mundo se acabe
sem que ele se acabe na hora marcada
até porque este momento não tem hora
estamos aqui 
é agora
deixa-te levar mas abre os olhos
porque eu quero que vejas 
até onde eu te levo!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D